Yoga na Primavera: poses e alimentos da estação

A temporada de novos começos chegou! Com a chegada da primavera, mudamos da introspecção dos meses de inverno para um novo despertar. À medida que a luz do sol se prolonga por dias mais longos, temos mais vontade de nos exercitarmos e de comermos de forma saudável.

Aproveite essa vitalidade para se preparar para o verão!

Confira a receita para o equilíbrio na nova estação:

 

 

Poses de yoga benéficas na primavera

 

Sua prática de yoga nesta época do ano deve ser estimulante e revigorante. Opte por uma prática com poses que fazem o prana fluir, que evitam a constipação e ajudam no processo de eliminação de toxinas. 

 

Saudações ao Sol: a sequência energizante o ajudará a espalhar o prana (respiração) por todo o corpo, enchendo-o de oxigênio e entusiasmo.

 

Torções: torcer o corpo ajuda a desintoxicar os órgãos e a acelerar o metabolismo.

 

Flexões de coluna: os asanas que abrem o coração (peito) são energizantes e revitalizantes. Três sugestões para tentar nessa primavera: Ponte, Roda e Camelo.

 

O que comer e beber na primavera

 

Segundo os conhecimentos da Ayurveda, uma dieta benéfica na primavera exige gostos mais amargos, picantes e adstringentes. Esses gostos ajudam a abrir os canais de desintoxicação no corpo.

Para estimular a limpeza do muco e líquidos do corpo, evite alimentos doces, ácidos e salgados (que causam retenção de água). Escolha refeições quentes e levemente cozidas.

 

Grãos: arroz integral, quinoa, cevada, trigo e centeio.

Vegetais: brotos de alfafa e feijão, aspargos, pimentão, couve de bruxelas, repolho, cenoura, couve-flor, aipo, milho, couve, alho, cogumelos, ervilhas, cebola, rabanete e espinafre.

Frutas: frutas secas, frutas vermelhas, maçãs e pêras.

Ervas: salsa, cominho, pimenta preta, pimenta caiena e cravo (use estas ervas para ajudar a reduzir a ingestão de sal)

Proteína: leguminosas (brotos de feijão, lentilhas, grão-de-bico, ervilhas, sementes de abóbora e girassol. Caso não seja vegetariano/vegano carne branca (frango, peru), peixe e ovos.

Óleos: reduza a ingestão de óleos e use principalmente óleo de milho e girassol.

Laticínios: evite pela geração de muco.

Doces: evite, prefira mel e chás de ervas: cardamomo, chicória, canela, cravo, dente de leão, gengibre, hibisco e casca de laranja.

 

Raízes na Ayurveda

Sempre que falamos de alimentação e yoga é quase automático o link com a Ayurveda, a antiga ciência indiana de saúde preventiva e cura. Sou tão apaixonada pelo assunto que fui até a Índia, em Kerala, onde nasceu a Ayurveda há 5000-6000 anos atrás para entender melhor sobre essa "ciência da vida". O que aprendi é que o assunto é muito rico, interessantíssimo e faz muito sentido. Confesso que cheguei na Índia bastante desconfiada, mas aos poucos os conhecimentos que me passavam faziam tanto sentido e as peças foram se encaixando perfeitamente que passei a usar esses conhecimentos no meu dia-a-dia.

Um dos conceitos centrais da Ayurveda é a variedade de tipos corporais (doshas), cada um deles tem preferências e necessidades por diferentes tipos de alimentos.

Os tipos Vata, por exemplo, precisam de alimentos de aterramento, como óleos e grãos.

Tipos Pitta precisam de mais alimentos refrescantes, como saladas e frutas doces.

Os tipos Kapha se beneficiam do aquecimento e alimentos revigorantes, como a pimenta caiena e outras pimentas.

Uma premissa clássica do Ayurveda é que poucas pessoas são estritamente de um só tipo, a maioria é, na verdade, uma mistura de pelo menos dois tipos de doshas. Cada indivíduo deve encontrar um equilíbrio alimentar pessoal para se adequar a sua constituição corporal. As estações do ano também possuem seus doshas dominantes, cabe a nós equilibrarmos os doshas com nosso estilo de vida, atitudes e, sobretudo, alimentação. Assim como certas posturas de yoga são apropriadas para certas pessoas ou em determinados momentos do ano, uma boa alimentação é diferente em cada momento do ano. Você saberá que sua dieta está funcionando bem quando se sentir saudável, dormir bem e tiver uma boa digestão.

Sou tão apaixonada pelo assunto que fui até a Índia, em Kerala, onde nasceu a Ayurveda há 5000-6000 anos atrás! O assunto é instigante e faz muito sentido. Confesso que cheguei na Índia bastante desconfiada, mas aos poucos os conhecimentos que me passavam faziam tanto sentido e as peças foram se encaixando  

 

 

Estilo de vida na primavera

 

Procure acordar cedo para que você possa começar o seu dia mais ou menos ao mesmo tempo em que o sol nasce. Dormir até tarde tem uma tendência a aumentar o dosha Kapha, por isso acordar mais cedo é ideal para o equilíbrio na primavera.

Praticar yoga pela manhã é perfeito para esta época do ano! Isso ajuda a estimular sua circulação e dá ânimo logo no início do dia.

Use um higienizador nasal (lota) para limpar a cavidade nasal e previnir resfriados.

 

A primavera é a melhor época do ano para fazer um detox, elimine alimentos processados, açúcares e cafeína.

Faça uma limpeza em casa, doe coisas que você já não usa mais e prepare-se para o verão!

 

 

Aproveite nosso cupom de desconto válido na primavera para renovar seus acessórios para prática de yoga e meditação:

PRIMAVERAYOGI

 

 

yogibuda.com

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

Please reload

Siga a Yogi Buda

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo

©2019 Todos os direitos reservados. Yogi Buda Yoga.